LABPAC_logo.jpg

 

 Ciclo de seminários
“Trajetórias dos órgãos de preservação no Brasil”

Evento realizada no âmbito do projeto de ensino “No fio da memória: história e patrimônio cultural na contemporaneidade”

 

 



Datas dos seminários:
12 e 26 de março; 9 e 23 de abril; 7, 14 e 28 de maio; 11 e 25 de junho; 2 de julho de 2008.

Dia a semana e horário: quartas-feiras, das 19h30 às 21h30.

Local: sala 19 do Centro de Ciências Humanas e da Educação/UDESC (Avenida Madre Benvenuta, 2007, Bairro Itacorubi, Florianópolis, SC).

Carga horária: 20 horas/aula.

Gratuito e aberto a todos os interessados.

Participantes: O público somado de cada encontro totalizou 150 presenças.

 

Textos de referência (na ordem de discussão):


Anteprojeto de criação do Serviço do Patrimônio Artístico Nacional. In: Mário de Andrade: cartas de trabalho (correspondência com Rodrigo Mello Franco de Andrade – 1936-1945).

Decreto-Lei n25/37. In: Coletânea de leis sobre Preservação do Patrimônio. Rio de Janeiro: IPHAN, 2006. p.99-107.

FROTA, Lélia Coelho. Mário de Andrade: uma vocação de escritor público. In: Mário de Andrade: cartas de trabalho (correspondência com Rodrigo Mello Franco de Andrade – 1936-1945). Brasília (DF): MEC, SPHAN, Fundação Nacional pró-Memória, 1981. p.21-37.

Mário de Andrade: cartas de trabalho (correspondência com Rodrigo Mello Franco de Andrade – 1936-1945). Brasília (DF): MEC, SPHAN, Fundação Nacional Pró-Memória, 1981. p.107-133.

PESSÔA, José (org.). Lúcio Costa: documentos de trabalho. Rio de Janeiro: IPHAN, 2004. p. 129-141, 204-223 e 288-296.

GONÇALVES, Cristiane Souza. Considerações finais. In: -. Restauração arquitetônica: a experiência do SPHAN em São Paulo, 1937-1975. São Paulo: Annablume, Fapesp, 2007. p.185-206.

LEITE, Rogério Proença. Lugares da política e consumo dos lugares – nação e patrimônio cultural. In: -. Contra-usos da cidade: lugares e espaço público na experiência urbana contemporânea. Campinas (SP): Editora da UNICAMP, Aracaju (SE): Editora UFS, 2004. p.34-95.

KERSTEN, Márcia Scholz de Andrade. No tecer da memória e na perspectiva da História. In: -. Os rituais do tombamento e a escrita da história: bens tombados no Paraná entre 1938-1990. Curitiba (PR): Ed. da UFPR, 2000. p. 109-168.

RODRIGUES, Marly. O Condephaat - as práticas definem a política. In: -. Imagens do passado: a instituição do patrimônio em São Paulo, 1969-1987. São Paulo: Ed. da UNESP, FAPESP, IMESP, Condephaat, 2000. p.57-144.

KARA-JOSÉ, Beatriz. Cultura e patrimônio histórico nas iniciativas de revitalização do Centro de São Paulo. In: -. Políticas culturais e negócios urbanos: a instrumentalização da cultura na revalorização do centro de São Paulo (1975-2000). São Paulo: Annablume, Fapesp, 2007. p.27-73.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. A cidade como bem cultural – áreas envoltórias e outros dilemas, equívocos e alcance da preservação do patrimônio ambiental urbano. In: MORI, Victor Hugo et al. (orgs.). Patrimônio: atualizando o debate. São Paulo: 9ª. SR/IPHAN, 2006. p.35-76. Obs.: ao texto básico seguem-se comentários de Antônio Augusto Arantes Neto, Edgard de Assis Carvalho, José Guilherme Cantos Magnani e Paulo Ormindo de Azevedo, bem como os comentários finais do autor.

ADAMS, Betina. Preservação urbana: gestão e resgate de uma história – patrimônio de Florianópolis. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2002. p.41-87.(capítulos. 3 a 5)

 

 

 

Página atualizada
em 26 fev.2011

Voltar à página
de abertura do LabPac