LABPAC_logo.jpg

 

Para saber mais sobre o patrimônio cultural:

Referências bibliográficas

 

 

 

Trajetória histórica das ações de preservação do patrimônio cultural

 

ANDRADE, Mário de. Cartas de trabalho: correspondência com Rodrigo Mello Franco de Andrade (1936-1945). Brasília: Ministério da Educação e Cultura, SPHAN, Fundação Nacional Pró-Memória, 1981. (Publicações da SPHAN, 33)

 

ANDRADE, Rodrigo Mello Franco de. Rodrigo e o SPHAN: coletânea de textos sobre patrimônio cultural. Rio de Janeiro: Fundação Nacional Pró-Memória, 1987. (Publicações SPHAN, 38)

 

ARANTES, Antonio Augusto (org.). Produzindo o passado: estratégias de construção do patrimônio cultural. São Paulo: Brasiliense, 1994.

 

BOMENY, Helena. Guardiães da razão: modernistas mineiros. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, Tempo Brasileiro, 1994.

 

BREFE, Ana Cláudia Fonseca. Museus históricos na França: entre a reflexão histórica e a identidade nacional. Anais do Museu Paulista, São Paulo, Nova Série., v.5, p.175-203, jan.-dez.1997.

 

BREFE, Ana Cláudia Fonseca. Os primórdios do museu: da elaboração conceitual à instituição pública. Projeto História, São Paulo, n.17, nov.1998, p.281-315.

 

CAVALCANTI, Lauro (org.). Modernistas na repartição. Rio de Janeiro: Ed.UFRJ, Paço Imperial, Tempo Brasileiro, 1993.

 

CHOAY, F. A alegoria do patrimônio. S.Paulo: Ed. da UNESP, Estação Liberdade, 2001.

 

CHUVA, Márcia (org.). A invenção do patrimônio: continuidade e ruptura na constituição de uma política oficial de preservação no Brasil. Rio de Janeiro: Ministério da Cultura/IPHAN, 1995. (Debates, 2)

 

CHUVA, Márcia (org.). Arquitetos da memória: sociogênese das práticas de preservação do patrimônio cultural no Brasil (anos 1930-1940). Rio de Janeiro: UFRJ, 2009.

 

FONSECA, Maria Cecília Londres. O patrimônio em processo: trajetória da política federal de preservação no Brasil. Rio de Janeiro: UFRJ, IPHAN, 1997.

 

GARCÍA CANCLINI, Néstor. O patrimônio cultural e a construção imaginária do nacional. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Rio de Janeiro, n.23, 1994, p.95-115.

 

GONÇALVES, José Reginaldo Santos. A retórica da perda: os discursos do patrimônio cultural no Brasil. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, MinC/IPHAN, 1996.

 

GUEDES, Tarcila. O lado doutor e o gavião de penacho: movimento modernista e patrimônio cultural no Brasil - o Serviço do Patrimônio Histórico (SPHAN). São Paulo: AnnaBlume, 2000. (Universidade)

 

MAGALHÃES, Aloísio. E Triunfo? - a questão dos bens culturais no Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Roberto Marinho, Nova Fronteira, 1997.

 

RIEGL, Aloïs. Le culte moderne des monuments: son essence et sa genèse. Paris: Éditions du Seuil, 1984.

 

RODRIGUES, Marly. Imagens do passado: a instituição do patrimônio em São Paulo, 1969-1987. São Paulo: Editora da UNESP, Imprensa Oficial do Estado, CONDEPHAAT, FAPESP, 2000.

 

 

 

Página atualizada
em 27 jul. 2011

Voltar à página
de abertura do LabPac